4 Passos do Processo Logístico Aéreo

17 de dezembro de 2020

Mesmo sendo um modal recente, o transporte aéreo de carga tem se tornado cada vez mais imprescindível nos processos logísticos. Especialmente por conta de ser rápido, seguro e que facilita a circulação de cargas urgentes e especiais.

Mas, além disso, também transporta outros suprimentos e insumos direcionados a diversas áreas, assim como realiza o transporte de documentações.

Deste modo, assim como ocorre em todos os modais, existem algumas etapas a serem cumpridas durante o processo logístico do transporte aéreo de carga. Logo, para entender quais são essas etapas, a seguir veremos os 4 passos do processo logístico aéreo. Confira:

1 – Precificação e Documentação

Primeiro de tudo, deve-se precificar o serviço a partir da tabela de valores dos fretes. Assim também, realizar o cálculo do peso relacionado ao volume da carga, ou seja, a cubagem, e por fim analisar o trajeto que será percorrido.

Além disso, é primordial atentar-se as regras e padrões impostos pela Agência Nacional de Aviação (ANAC), quanto a limitações de peso e tamanho das cargas, a fim de garantir a segurança necessária. Outra questão refere-se à nota fiscal de cada produto, o qual deverá sempre acompanhá-lo.

2 – Conferência da Carga

Ao receber as mercadorias é extremamente importante conferir e identificar cada uma delas. Isso porque se deve pensar como preservar os produtos desde a temperatura, iluminação, tempo, entre outros. Sendo que alguns produtos necessitarão ainda de cuidados extras durante o transporte e armazenamento.

Devido a isso, é preciso escolher as embalagens conforme a necessidade de cada encomenda. Essa parte do processo é crucial com intuito de conservar as mercadorias durante todo trajeto até chegar ao destino. Entretanto, o modal aéreo conta com a vantagem de menores custos em relação às embalagens, já que as cargas são menos manuseadas durante esse transporte.

Quanto à conferência por tipo e quantidade de cargas, é importante fazê-las, isso porque se evitam possíveis erros que resultariam em prejuízos.

3 – Monitoramento

O monitoramento de cargas, também conhecido por rastreamento de cargas, é um fator imprescindível para segurança de todo processo. Pois assim é possível acompanhar o trajeto percorrido, tomar decisões mais rápidas quando houver alguma adversidade no caminho e fornecer aos clientes informação em tempo real.

Ademais, existem outras formas de rastreamento, especialmente por meio do uso de tecnologia a qual permite, por exemplo, monitoramento via satélite e/ou por aplicativos.

4 – Entrega

O passo final do modal aéreo é a entrega, embora para que a encomenda chegue até o seu destino final dependa de outro modal como o rodoviário, por exemplo.

Todavia, o transporte aéreo dispõe de vantagens como agilidade de trânsito, de forma exclusiva e com roteirização inteligente, ou seja, as entregas são realizadas em menor tempo. Por isso, é um modal relevante quanto a custos, prazos e qualidade, os quais garantem a satisfação do cliente.

Certamente, com todos os recursos proporcionados pelo transporte aéreo, faz dele um dos principais modais do setor logístico. Ainda mais porque confere agilidade não apenas com as entregas, mas em toda sua operação.

Então, esses são os passos para realizar o transporte de mercadorias no modal aéreo. E a Trans Tour oferece aos seus clientes o transporte aéreo com a pontualidade e segurança necessária, por meio de parceria com as principais companhias.


Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer receber mais dicas gratuitamente?

Cadastre-se para receber dicas sobre Logística


Trans Tour, referência em soluções logísticas personalizadas com qualidade, segurança e inovação.

Categorias